[Coluna] O mapa do softbol em Santa Catarina: passado, presente e os desafios para o futuro

A grande maioria dos praticantes do softbol em Santa Catarina pensa que os primeiros arremessos aconteceram em 2004, quando começou o Floripa Ichiban. A história a ser contada hoje revela que nos anos de 1980 existiu um time de mulheres dando suas tacadas pelas veredas catarinenses. A coluna também aborda a influência do Floripa Ichiban para o progresso do softbol no Estado e a força renovadora do time UFSC Araranguá.  Por fim, lança as perguntas que cabem serem respondidas pelos praticantes, técnicos e organizadores para pensar a perspectiva de futuro do esporte no Estado.

O PRIMEIRO

Em 1980, no meio-oeste catarinense, um grupo de mulheres da comunidade de imigração japonesa Colônia de Celso Ramos, na época parte do município de Curitibanos e hoje parte do município de Frei Rogério, resolveu formar um time de softbol, iniciando, assim, a história desse esporte em Santa Catarina.

O time, conhecido como Ramos, jogava o softbol em um espaço destinado às práticas esportivas da cultura japonesa e era formado por mulheres de 15 a 20 anos. Além dos treinamentos, eram promovidos jogos amistosos com times de Curitiba.

O Ramos acabou se dissipando quando as atletas saíram da região para darem continuidade aos estudos. Atualmente, naquela comunidade, o softbol é praticado somente algumas vezes ao ano, quando são promovidos jogos amistosos nos reencontros familiares.

O MAIOR

O time de maior expressão no Estado é o Floripa Ichiban, que foi fundado em Florianópolis no ano de 2004, na categoria T-ball, a partir da iniciativa do casal Jussara e Seiji com apoio da Associação Nipo-Catarinense. O casal buscou doações dos primeiros equipamentos junto a clubes tradicionais do Brasil e, aliados à organização de Francisco Masanori Nakagawara e a expertise do treinador Ricardo Dan Itaya, deram início ao time da capital catarinense.

A partir do ano de 2005, o Floripa Ichiban começou a disputar o tradicional Campeonato Brasileirão de Softbol Interclubes Aberto, na cidade de Londrina. Nos anos de 2007 e de 2015, o Ichiban levou três equipes para a disputa em Londrina e, entre as melhores colocações, estão a vitória na série Ouro na categoria Adulto C em 2014 e o título em 2016 da série Prata na categoria Adulto B.

Além do Brasileirão, o time da capital catarinense disputa os tradicionais campeonatos na cidade de Curitiba. Atualmente, o Floripa Ichiban conta com 20 a 30 atletas treinando nas manhãs de sábado sob a tutela dos treinadores Márcio Umeda e Ralph Rodrigues de Oliveira.

O UNIVERSITÁRIO

O caçula do Estado é o time da UFSC de Araranguá, fundado em Araranguá, cidade próxima à divisa de Santa Catarina com o Rio Grande do Sul. O time teve inicio no final do ano de 2012, motivado pela carência dos estudantes que buscavam opções esportivas na cidade e pelo interesse de um professor da universidade em suprir essa lacuna com a prática do softbol.

O time UFSC Araras – como foi apelidado pelos seus jogadores – tem o Ichiban como grande responsável pelo seu surgimento, pois foi do clube da capital que vieram os primeiros equipamentos e também muito do know-how de treinamento. Como o time é formado, em sua maioria, por estudantes universitários, a principal competição disputada pelo time é o TUnicampS (Torneio Unicamp de Softbol Misto).

A primeira participação no torneio foi em 2013 e, a partir de 2016, sempre foram levadas duas equipes. O melhor resultado no TUnicampS foi o título da Chave Ouro em 2017, cinco anos após a fundação do time.

A renovação da equipe é muito dinâmica devido ao êxodo da cidade após a formação acadêmica, porém, os laços que unem esses atletas ao softbol se mostram presentes quando os atletas já formados se reúnem para a participação em campeonatos. Atualmente o time conta com aproximadamente 35 atletas, mulheres e homens. É o único time no Estado que possui um plantel completo feminino.

CAMPEONATOS EM SC

Os campeonatos de softbol em Santa Catarina sempre foram organizados pelo Floripa Ichiban. Anualmente o time de Florianópolis realiza de um a dois torneios internos e convida o time de Araranguá para participar.

Nos anos de 2016 e 2017, foram realizadas a primeira e a segunda edição do Torneio Catarinense de Softbol, que tiveram a participação dos seguintes times: UFSC Araras com dois times (um feminino e um masculino); Floripa Ichiban com três times; Central Glória de Curitiba; Brusque (2016) e Blumenau (2017). Tanto Brusque quanto Blumenau são times de beisebol que se adaptaram para participarem do torneio.

Infelizmente, não há campos de softbol no Estado e tantos os campeonatos quanto os treinamentos são realizados em campos de futebol adaptados.

DESAFIOS PARA O FUTURO DO SOFTBOL EM SANTA CATARINA

Santa Catarina tem grandes desafios na busca do desenvolvimento do softbol, os quais vão além de se ter um campo oficial. O Estado não possui nenhum time que invista na formação de atletas em nível de base, não há nenhuma ação em conjunto para aumentar a inserção das mulheres no softbol catarinense e é preciso entender o porquê dos novos times de beisebol de Santa Catarina não trazerem o softbol em sua formação.

Apesar da pouca infraestrutura, os times de Santa Catarina apresentam uma harmoniosa convivência e o espírito integrador presente em cada campeonato e em cada amistoso fortalece a busca pela superação desses desafios. 

Quer saber mais sobre os times de softbol de Santa Catarina? Siga as redes sociais dos times Catarinenses:

Floripa Ichiban 

e-mail: floripa.ichiban@gmail.com
Instagram: @floripaichiban
Facebook: /Floripaichiban

UFSC Araras

e-mail: softballufsc@gmail.com
Instagram: @softballufsc
Facebook: /SoftUFSC

Ps. Gostaria de agradecer ao Francisco Masanori Nakagawara por seus relatos detalhistas e precisos sobre o histórico do Ichiban e também agradecer à Carolina Shigihara e sua mãe Elisa Aoi Kuroki pelo resgate histórico do time Ramos. Agradeço, ainda, à Helen Petry pela atenciosa revisão do texto.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.