JICA realiza evento para comemorar 60 anos de Brasil

Um evento dedicado a todas as idades, mesclando atividades recreativas, ensinamentos na parte técnica e jogos de alto nível, com a colaboração direta de uma cadeia de pessoas, todas em prol de um único objetivo: desenvolver o Softbol e o beisebol brasileiro.

Assim podemos resumir o fim de semana passado, onde a JICA comemorou os 60 anos de cooperação com o Brasil, realizando um evento em parceria com os clubes Anhanguera Nikkei Clube e a Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Indaiatuba, onde contou com a participação dos voluntários japoneses espalhados pelo Brasil.

Yuta Nagaura em discurso de aberturaComo publicado anteriormente na entrevista com Yuta Nagaura, coordenador dos voluntários da JICA e mentor do projeto, o desafio do evento foi proporcionar uma experiência que fosse além da parte física e técnica, mas abrangesse todo o contexto que envolve o nosso esporte e é seguro afirmar que foi exatamente isso que aconteceu.)

A forte chuva que castigou São Paulo e região obrigou uma reorganização das atividades previstas para o sábado, já que as condições climáticas em Santana de Parnaíba, município que abriga a sede campestre o ANC, estavam completamente desfavoráveis para as atividades em campo.

Elvis Cezar - Yasushi Noguchi - Hiroshi SatoDesta forma, a parte da manhã, além de algumas atividades com os voluntários e atletas, foi realizada a cerimônia de abertura, que contou com a presença de algumas autoridades, como o representante-chefe da JICA no Brasil, Sr. Hiroshi Sato, o prefeito da cidade de Santana de Parnaíba, Elvis Cezar, o presidente da Federação Paulista de Beisebol e Softbol, Marcio Maeda, e o Cônsul Geral do Japão, Sr. Yasushi Noguchi. No período da tarde, após muita cooperação dos atletas do ANC, literalmente secando o campo, foi realizado o amistoso entre a equipe de beisebol adulto do ANC.

JICA - ACENBINo domingo, na sede da ACENBI, em Indaiatuba, as condições climáticas ajudaram a trazer um volume significativo de pessoas ao evento e muita disposição por parte dos voluntários da JICA, que abriram o dia com um grande amistoso contra a equipe de Softbol Adulta do Indaiatuba. E mesmo após uma partida de 7 innings, houve tempo para a clássica disputa de Home Run entre as equipes, última atividade do período matutino antes da pausa para o almoço. No retorno, os voluntários ministraram clínicas para as crianças até 16 anos, divididos em diversos setores entre a defesa e o ataque.

Em linhas gerais, o evento foi um marco na comunidade do beisebol e do Softbol, fazendo valer o que foi proposto inicialmente, sobretudo em termos de valores, postura e muita diversão.

ANC x JICAÉ claro que o alto nível proposto nas clínicas e nas partidas amistosas, que resultaram em 2 ótimas vitórias dos japoneses encantaram o público presente, mas nada se compara a postura dos voluntários japoneses, que deram um show a parte ao demonstrarem o espirito de trabalho em equipe e o respeito por tudo que envolve o esporte.

Somado a isso, o papel desempenhado por ambos os clubes que recepcionaram o evento foi realmente inspirador, uma vez que os envolvidos foram além de abraçar a idéia para executar o evento, demonstrando o porquê da fama de serem altamente receptivos e comprometidos com os valores do nosso esporte.

Clinica JICASem dúvida alguma, foi um evento inspirador e que deixa um recado importante no que diz respeito ao trabalho colaborativo em prol do Softbol e do Beisebol, já que além dos clubes envolvidos, houveram diversas outras pessoas trabalhando voluntariamente para o evento, inclusive com diversas postagens na internet antes e durante as atividades. É a mostra que existem diversas cabeças trabalhando duro e acreditando no sonho de um esporte mais desenvolvido e no Brasil.

E para o Softbol Brasil, é uma satisfação muito grande notar e documentar movimentos como este que celebram o esporte em sua essência, com muita união, disposição e a paixão que só o Softbol e o beisebol podem proporcionar, e ficamos na expectativa para que eventos deste porte sejam cada vez mais frequentes e disponíveis em outras regiões do Brasil.

Por fim, registramos muito mais que os parabéns, mas principalmente um agradecimento à JICA, ao Anhanguera Nikkei Clube e a Associação Cultural e Esportiva Nippo-Brasileira de Indaiatuba, que realizaram mais que um grande evento, mas a oportunidade do nosso esporte continuar se desenvolvendo.

Afinal, e seguindo o nosso mantra, #juntossomosmaisfortes!

Evento em números**:

JICA - ANCNo sábado, mesmo com a forte chuva, cerca de 150 pessoas estiveram presentes. Deste volume de pessoas, 110 representam os atletas, sendo 90 o número total de crianças que participaram da clínica.

Já no domingo, com um clima mais favorável, a circulação média foi de 210 pessoas, destas 120 crianças que participaram das atividades ministradas pelos voluntários da JICA.

No total, foram aproximadamente 250 pessoas que presenciaram o evento no final de semana, número acima da expectativa em função da necessidade de restringir o evento aos atletas de alguns clubes que possuem voluntários da JICA.

*o número apontado para o volume de pessoas que presenciaram o evento, considera apenas o volume de indivíduos que visitaram pelo menos 1 vez o evento.

Sobre a JICA:

A JICA é uma agência japonesa de cooperação, comprometida com o desenvolvimento a partir do trabalho voluntário de japoneses em diversos setores, entre educação, cultura e esporte, e especialmente no Brasil e na área do Beisebol e Softbol, conta com 16 voluntários, espalhados em 15 cidades de 7 estados brasileiros.

Os voluntários da JICA no evento:

Yuta Nagaura – JICA São Paulo
Yuna Takahashi – Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Atibaia (SP)
Yamato Sato – Associação Bunkyo de São José dos Campos (SP)
Takuya Hirose – Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Indaiatuba (SP)
Soma Higashi – Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Dourados (MS)
Shunya Yamamoto – Associação Cultural Nipo-Brasileira de Cuiabá e Várzea Grande (MT)
Shogo Nakazato – Associação Cultural e Beneficente Nipo-Brasileira de Curitiba (PR)
Ryusei Miyata – Manaus Country Clube (AM)
Naruki Itori – Associação Cultural e Fomento Agrícola de Tomé-Açú (PA)
Naoyuki Kojima – Anhanguera Nikkei Clube (SP)
Naoya Takae – Associação Cultural Nippo-Brasileira de Salvador (BA)
Masashi Morikiyo –  Associação Cultural e Esportiva de Mirandópolis (SP)
Ko Taniguchi – Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Cáceres (MT)
Kentaro Hosogi – Associação Cultural e Esportiva de Maringá (PR)
Haruki Baba – Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Atibaia (SP)
Daiki Takaya – Coopercotia Atlético Clube (SP)

Galeria de fotos:

**Os números apontados são estimativas indicadas a partir das confirmações de presença em cada um dos clubes, e foram gentilmente cedidas pela JICA.

(fotos: Divulgação Yuta Nagaura – JICA)

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.