[Coluna] Estrutura Softbol Universitário Norte-americano

Fala galera,

Para quem ainda não me conhece, o meu nome é Barbara Woll e através desta coluna eu vou explicar algumas das regras e a organização dos esportes, claro com foco no Softbol, existentes nos Estados Unidos.

Nos meus dois primeiros anos eu joguei Softbol em um Júnior College (NJCAA – National Junior College Athletic Association), popularmente conhecido como JUCO. As regras não são tão restritas comparadas com as universidades de NCAA e NAIA. Eles não tem idade limite, muito menos horas de treinamento. Ou seja, em um Júnior College sua vida é treinar e jogar. Além disso, você só pode jogar neles por dois anos, quando você finaliza seu segundo ano é necessário procurar por uma universidade de 4 anos para poder finalizar sua “carreira” e estudos.

Chipola College Campeãs regional
Barbara Woll (BRA), Melany Sheldon (ITA) e Candela Figueroa (ARG)

É muito comum ter atletas internacionais em um Júnior College pelo fato de ser muito difícil de conseguir uma bolsa de estudos em uma universidade quando seu inglês não é fluente. Entre os americanos, os que optam em ir para um Júnior College segue duas tendências: ou é porque eles têm a chance de serem draftados para MLB (beisebol no caso), ou porque ainda não tem a certeza em que esporte querem se formar.

As duas opções de organizações universitárias são a NCAA (National College Athletic Association) sendo a que organiza as “big schools” abrangendo uma quantidade maior de universidades, incluindo as maiores e as mais famosas universidades, aquelas que os jogos são transmitidos pela ESPN e diversos outros canais de esportes aqui dos EUA. Para jogar em uma NCAA school você precisa se enquadrar a todas as regras.

Seria difícil explicar todas as regras, mas uma em particular por ter sido o motivo de eu não poder jogar para uma universidade NCAA é que um student athlete após se graduar no ensino médio não pode ficar mais de um ano sem ir para uma universidade. No meu caso, não fui legível para jogar porque demorei cinco anos depois do ensino médio para vir para os EUA. As regras de treinamento são bem rígidas comparado com NJCAA. Tem tempo para treinar, no caso só podem treinar 2h por dia, mínimo de crédito por ano.

Barbara Woll Thomaz UniversityO que isso significa crédito? As matérias contam créditos aqui nos EUA, por exemplo cada matéria vale 3 créditos, e para um atleta ser legível para jogar ele precisar ter no mínimo 12 créditos por semestre, ou seja, deve estar incluso em pelo menos 4 aulas por semestre, e caso o atleta reprove em alguma matéria, não será legível para jogar no próximo semestre por falta de créditos, por esse motivo muitos atletas fazem mais aulas por semestre para não correr o risco de não ter crédito suficiente para jogar. E cada ano é estipulado um mínimo de créditos. Por exemplo freshman year (primeiro ano) mínimo 20 créditos, sophomore year (segundo ano) 40 créditos, e para transferir para uma big school NCAA o mínimo de créditos no seu terceiro ano deve ser 50. E assim por diante.

A NAIA (National Association of Intercollegiate Athletics), são as universidades menores, privadas, em que as bolsas de estudos são variadas e não é comum um atleta conseguir full scholarship. Por exemplo, eu transferi para uma NAIA, sou a única atleta do time que recebo bolsa integral, mas preciso pagar pelo lugar onde moro e comida, coisas que não precisa quando estava no Júnior College.

Como não seria legível para jogar NCAA vim para a NAIA já que as regras não são tão restritas quanto as regras de NCAA, porém, infelizmente não estou legível para jogar esse ano pelo fato de ter demorado 5 anos para começar um College. A NAIA, assim como as outras organizações, precisam saber o que fiz nesses 5 anos que “não estudei”.

(Projeto Histórias – Barbara Woll)

Um dos motivos pelo que eles perguntam é porque muitos atletas jogam profissionalmente, e se você chegar a jogar profissional, ou receber para jogar, eles contam como anos de elegibilidade. Como não joguei profissionalmente, no meu caso é, que todo student-athlete tem 10 semestres de estudos para jogar os 4 anos, tecnicamente eu estou em meu 6 semestre, mas como eu fiz 3 semestres de faculdade de Direito no Brasil, eles estão contando esses 3 semestres aqui, ou seja, na teoria, eu já estou no meu 9 semestre, e esta é a minha última temporada para jogar, sendo assim, eles estão contando como se fosse meu último ano, e eu deveria ter a mesma quantidade de créditos de um estudante de último ano, no caso o mínimo são 72 créditos, mas como na verdade estou no meu terceiro ano eu tenho apenas 70 créditos, e por conta disso não estou podendo jogar.

Essa é uma das regras tanto em NAIA quanto para NCAA, por esse motivo se você já tem uma formação acadêmica, e pensa em vir para os EUA jogar, você só poderá fazer dois anos de Júnior College, você não conseguirá transferir para jogar depois dos seus dois anos porquê você já usou todos os seus semestres na faculdade que se graduou.

Por fim, todas as organizações, pela grande quantidade de universidades, elas têm divisões, por exemplo, Divisão 1 (D1), Divisão 2(D2), Divisão 3 (D3). Como se fosse a Serie A, B, C de futebol.

Bom, essas são algumas das regras e diferenças entre as universidades aqui dos EUA. Caso tenho curiosidade em saber um pouco mais vou deixar o link com as regras de cada organização aqui. Espero que tenha ajudado em algo.

NJCAA
NCAA
NAIA

Não esqueça de curtir a página e compartilhar com seus amigos!

(fotos: Raquel Luzia Fotografia//Juan Figueroa//divulgação Chipola)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.