NPF quebra contrato com Scrap Yard Dawgs

A temporada 2018 da National Pro Fastpitch (NPF) começou conturbada. Após um longo período de discussão, a liga de softbol profissional dos Estados Unidos quebrou o contrato com a equipe campeã da temporada passada Scrap Yard Dawgs (SYD), após repetitivas violações dos acordos estipulados pela franquia.

A NPF alega que o clube falhou diversas vezes em manter o pagamento de suas atletas, fornecedores e até mesmo das taxas da liga. O SYD não estava contente com a NPF e diversas vezes anunciou que criaria sua própria competição, mesmo não conseguindo manter em dia suas obrigações com a franquia, os outros proprietários e até mesmo com as jogadoras da equipe.

Mesmo com todas as confusões, a NPF permitiu que o clube participasse do encontro dos donos de clubes, com a premissa que o SYD se comprometesse a seguir as regras da liga e corrigir os erros que estavam cometendo em sua administração. Após o encontro, novas falhas foram detectadas e assim foi o clube foi desligado.

O Scrap Yard Dawgs é a segunda franquia de Joel Bartsch que faliu na NPF. O Texas Charge foi desmanchado após Bartsch falhar em conseguir executar uma opção de compra exclusiva apresentado pela NPF como parte de um contrato de licença de três anos .

O SYD se limitou a responder a toda confusão com uma nota de duas linhas em seu site. Onde anuncia que após a decisão da NPF, um novo time independente foi criado.

Futuro da Liga

Muitas incertezas rondam o futuro da National Pro Fastpitch. A saída do Scrap Yard Dawgs, foi apenas a ponta do iceberg. O Akron Racers, única franquia à participar de todas as temporadas da NPF, anunciou o seu fim.

Conforme relatado no Akron Beacon Journal, e posteriormente confirmado pelo proprietário do clube, Joey Arrietta, Craig Stout, proprietário majoritário das Racers, vai investir apenas no Shougang Eagles, que é financiado por empresas chinesas e abriu mão da franquia americana, deixando financeiramente insustentável.

No momento, a NPF não conta com grandes patrocinadores corporativos e não consegue emplacar um contrato lucrativo com as televisões nacionais.

No total, após todos os reveses, a NPF conta com apenas cinco equipes. A luz no final do túnel surge com a participação de uma franquia australiana, Aussie Spirit, e mais dois clubes chineses que deverão ser anunciados.

(Foto:divulgação NPF)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.