Prévia das seleções que disputarão o campeonato mundial de softbol masculino

Em sua 15ª edição, o maior evento de softbol masculino acontecerá entre os dias 07 e 16 de julho e será composto por 16 seleções. Na rodada de classificação serão disputados 56 jogos e mais 19 na fase final do torneio totalizando 75 jogos em 10 dias de competição. Para ficar por dentro do que vai rolar na competição intercontinental, preparamos um resumo de cada seleção participante:

África do Sul

A seleção Sul-africana vai ao mundial com um elenco mesclado entre veteranos e novatos, porém sua grande maioria é de jogadores sem muita experiência internacional.

Em sua preparação para o campeonato mundial, os sul-africanos fizeram apenas dois amistosos contra a mediana seleção de Botsuana e perderam. De acordo com o técnico Dau Fortius, o objetivo dos sul-africanos é ganhar experiência e tentar melhorar sua colocação no ranking mundial da WBSC.

Histórico:

Participações no Mundial: 8 (1968, 1976, 1980, 1996, 2000, 2004, 2009 e 2013)
Melhor colocação: 7ª colocação (1976)
Última participação:  12 (2013)
Classificação no Ranking da WBSC: 14º colocados

Argentina

Com um histórico vencedor, os argentinos são um dos favoritos ao título. Foram campeões mundiais Sub19 em 2014, terminaram na 4ª colocação no mundial de 2013 e conquistaram a medalha de bronze nos Jogos pan-americanos de Toronto. Com um elenco mesclado entre experiência e juventude, as esperanças dos nossos Hermanos está depositada nos arremessos de Roman Godoy.

Histórico:

Participações no Mundial: 8 (1980, 1984, 1996, 2004, 2009, 2013, 2015)
Melhor colocação: 4º colocados (2013)
Última participação: 8º colocação (2015)
Classificação no Ranking da WBSC: 3º colocado

Austrália
Seguindo a tendência, os australianos vão ao mundial mesclando o elenco e pensando em uma futura renovação de elenco. Mesmo com muitas alterações no elenco, a Austrália é franca favorita para o título mundial. Com Adam Folkard comandando o montinho e Andrew Kirkpatrick no relevo, os arremessos continuam a força dos Steelers.

Histórico:
Participações no Mundial: 8 (1988, 1992, 2000, 2004, 2009, 2013 e 2015)
Melhor colocação: 1º colocados (2009)
Última participação: 4ª colocados (2015)
Classificação no Ranking da WBSC: 5º colocados

Botsuana
Assim como a seleção sul-africana, Botsuana vai para o mundial buscando experiência em jogos internacionais, além de tentar melhorar sua colocação no ranking da WBSC.

Histórico:
Participações no Mundial:  6 ( 1984, 1992, 1996, 2000, 2004, 2009)
Melhor colocação:  9º colocados (2000)
Última participação: 13 º colocados (2009)
Classificação no Ranking da WBSC:  19º colocados

Canadá
Canadá tem um histórico invejável e participou de TODAS as edições do campeonato intercontinental. São os atuais campeões mundiais e lutam para manter esse título. Se isso não fosse o bastante, os canadenses são campeões dos Jogos Pan-americanos de Toronto, além de vencer o Vancouver Challenge de 10×3 da seleção nº 1 do mundo, Nova Zelândia.

Histórico:
Participações no Mundial: 14 (1966, 1968, 1972, 1980, 1984, 1988, 1992, 1996, 2000, 2004, 2009, 2013, 2015)
Melhor colocação: 1º colocado (1972, 1976, 1992, 2015)
Última participação:  Campeões
Classificação no Ranking da WBSC: 4º colocados

Dinamarca
Os dinamarqueses foram vice-campeões do Campeonato Europeu de 2016, perderam para a República Tcheca na final. A seleção da Dinamarca é comandada por Israel e Dion Nokunuku, irmãos do capitão da seleção da Nova Zelândia Nathan Nukunuku.

Histórico:
Participações no Mundial: 5 (1988, 1996, 2000, 2009, 2015)
Melhor colocação: 11º colocados (2009)
Última participação: 13º colocados (2015)
Classificação no Ranking da WBSC: 13º colocados

Estados Unidos
Os Estados Unidos está em um grupo seleto junto com Canadá, Japão e Nova Zelândia, como os países que participaram de todas as edições do mundial. Sua meta para a edição deste ano é a mesma de sempre: jogar bem, representar os Estados Unidos da melhor forma, lutar pelo pódio e ouvir o hino nacional tocar.

Histórico:
Participações no Mundial: 14 (1966, 1968, 1972, 1980, 1984, 1988, 1992, 1996, 2000, 2004, 2009, 2013, 2015)
Melhor colocação: 1º colocado (1966, 1968, 1976, 1980, 1988)
Última participação: 9º colocado (2015)
Classificação no Ranking da WBSC: 6º colocado

Grã-Bretanha
Os britânicos tiveram pouco tempo de preparo como equipe, a maioria do seu elenco atua em outros países. Como seu maior trunfo para está edição, a Grã-bretanha tem dois arremessadores considerados de alto nível.

Histórico:
Participações no Mundial: 4 (2004, 2009, 2013, 2015)
Melhor colocação: 8º colocados (2009)
Última participação: 11º colocados (2015)
Classificação no Ranking da WBSC: 10º colocados

Hong Kong
Após 13 de ausência a seleção de Hong Kong retornar ao campeonato mundial. Nesta edição tem a esperança de ficar entre os 10 melhores do campeonato e conseguir competir de igual com os melhores do mundo

Histórico:
Participações no Mundial: 4 (1972, 1984, 1992, 2004)
Melhor colocação: 10º colocados (1972)
Última participação: 15º colocados (2004)
Classificação no Ranking da WBSC: fora do ranking

Índia
Essa é a primeira participação da seleção indiana em um campeonato mundial. Seus jogadores foram selecionados em um campeonato de veteranos. Como preparação os indianos tiveram clínicas de regras e aprimoramento nos últimos meses.

Japão
Japão se junta ao Canadá em participação em campeonatos mundiais, 14 no total. Assim como a seleção feminina, a seleção masculina japonesa mira o topo do mundo. Como marca registrada os japoneses tem o ataque e a defesa bem equilibradas e uma velocidade incrível de seus corredores.

Histórico:
Participações no Mundial: 14 (1966, 1968, 1972, 1980, 1984, 1988, 1992, 1996, 2000, 2004, 2009, 2013, 2015)
Melhor colocação: 2º colocado (2000)
Última participação: 6º colocado (2015)
Classificação no Ranking da WBSC: 2º colocado

Nova Zelândia
Assim como Japão e Canadá, a Nova Zelândia participou de todas as edições do mundial. Os Black Sox são os maiores campeões do campeonato intercontinental, com 6 medalhas de ouro. A seleção Neozelandesa se preparou buscando uma estratégia específica para cada um de seus adversários na competição e contam com o seu forte ataque e arremessadores de alto nível para avançar na competição.

Histórico:
Participações no Mundial: 14 (1966, 1968, 1972, 1980, 1984, 1988, 1992, 1996, 2000, 2004, 2009, 2013, 2015)
Melhor colocação: 1º colocado (1976, 1984, 1996, 2000, 2004, 2013)
Última participação: 2º colocado
Classificação no Ranking da WBSC: 1º colocado

República Dominicana
O time caribenho terminou em 5º colocado na última edição do mundial, mas vacilou e ficou em apenas 6º colocados no Pan-americano de Toronto. Em sua preparação para a edição deste ano do mundial, os dominicanos focaram em campeonatos nacionais e no entrosamento entre a equipe.

Histórico:
Participações no Mundial: 5 (1966, 1980, 1984, 2000, 2015)
Melhor colocação: 5º colocação (1984 e 2015)
Última participação: 5º colocação (2015)
Classificação no Ranking da WBSC: 11º colocados

República Tcheca
Os tchecos buscam melhorar seu último resultado no mundial e terminar em, pelo menos, 6º colocados. A República Tcheca tem uma vantagem que poucos países conseguem tem, é um país pequeno e com isso todo o elenco consegue treinar junto, além de todos os jogadores participarem da liga nacional.

Histórico:
Participações no Mundial: 7 (1992 (Tchecoslováquia), 1996, 2000, 2004, 2009, 2013, 2015)
Melhor colocação: 6º colocados (2000)
Última participação: 7º colocados (2015)
Classificação no Ranking da WBSC:  8º colocados

Turquia
Assim como a Índia, essa é a primeira participação dos turcos em um campeonato mundial. O objetivo da seleção turca é conseguir marcar os primeiros pontos no ranking da WBSC.

Venezuela
Os venezuelanos não tiveram a chance de treinar como uma equipe, todos os convocados jogaram em seus times no longo campeonato nacional venezuelano. Se a falta de entrosamento não fosse o suficiente, a Venezuela não vai contar com os poderosos arremessos de Ramon Jones que está com uma lesão no joelho.

Histórico:
Participações no Mundial: 7 (1966, 1996, 2000, 2004, 2009, 2013, 2015)
Melhor colocação: 2º colocação (2013)
Última participação: 3º colocação (2015)
Classificação no Ranking da WBSC:  7º colocados

(fotos: divulgação WBSC)

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.